Fraturas no Joelho: diagnóstico e tratamento

Fraturas no Joelho: diagnóstico e tratamento

Os traumas causados por lesões podem causar desde rompimentos de ligamentos até mesmo a fratura de ossos que compõem os joelhos. Estimativas são de que essas condições correspondem a aproximadamente 80% das patologias que atingem a articulação.

Não por acaso, essas condições preocupam muito quando o paciente chega ao consultório de ortopedia, pois dependendo da gravidade, o tratamento pode envolver cirurgias e um longo período de recuperação.

O nosso joelho é uma importante articulação que é formada pela extremidade distal do fêmur, pela extremidade proximal da tíbia (e pela patela (rótula). O joelho ainda possui ligamentos que estabilizam a articulação, auxiliados pelos meniscos (interno ou medial e externo ou lateral), que estabilizam o joelho, e amortecem os impactos sobre as cartilagens.

Quando as fraturas ocorrem

Os acidentes automotivos e esportivos são os principais motivos das lesões sofridas na articulação e que levam a sua fratura. A fratura do joelho pode ocorrer na patela, côndilos femorais, plato tibial, eminência intercondilar da tíbia e tuberosidade da tíbia.

O tratamento para fratura na região do joelho deve ser determinado após consulta com o ortopedista e vai variar de acordo com as características da lesão e do osso que foi atingido.

No caso da fratura, o tratamento, geralmente, envolve a realização de cirurgia. Hoje, existem placas e parafusos que permitem cortes mínimos e alta resistência da fixação, mesmo para ossos com osteoporose.

Consequências

A fratura nos ossos do joelho também pode vir acompanhada de outras lesões como rompimento de ligamento, cartilagem e lesão no menisco. Por isso é muito importante procurar o ortopedista tão logo sofra a lesão, principalmente, se for uma fratura exposta, que exige atendimento médico imediato.

A cartilagem, por exemplo, é o tecido que reveste as articulações do corpo humano. Ela pode sofrer traumas que são causados por lesões como torção, contusão direta, distensões, ruptura de ligamentos ou um desgaste com o passar dos anos, que caracteriza a artrose.

Já os ligamentos funcionam como estabilizadores dessa articulação, que impedem o deslocamento anormal entre os ossos. O joelho possui quatro ligamentos: os cruzados anterior (LCA) e posterior (LCP) e os colaterais medial (LCM) e lateral (LCL).

escrito por Instituto Reaction

— Instituto Reaction

Have your say